A Primeiraça!

Ouça Ao Vivo

×

Ouça Ao Vivo


   

Home Notícias

Apesar de serem apenas 3,5% da população, não vacinados são quase metade dos internados


Secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, divulgou os dados como forma de alerta para quem ainda não se vacinou ou que está com o esquema vacinal incompleto contra o coronavírus

14.01.2022

Foto: Diego Simão/TV Vitória

ATUALIZAÇÃO: A reportagem foi atualizada para que pudesse ficar mais claro a proporcionalidade dos internados entre vacinados e não vacinados. 

Quase metade dos internados com covid-19 em leitos de enfermaria e de UTI no Espírito Santo são adultos que estão entre os 3,5% da população que ainda não se vacinou contra a doença. Os dados da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) apontam que 47% dos pacientes em estado crítico não se imunizaram.

Em síntese, metade de 3,5% dos não vacinados contra metade de 96,5%, que representam os vacinados, estão internados. Proporcionalmente, o grupo de não vacinados tem tido mais casos de internações do que o de vacinados.

O percentual foi informado pelo secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, em um vídeo divulgado para a imprensa na tarde desta quinta-feira (13).

"Os dados apontam que 47% das internações em UTIs e enfermarias no Estado do Espírito Santo são do percentual de 3,5% da população do estado adulta, com mais de 18 anos, que ainda não se vacinou", declarou. 

A reportagem questionou a Sesa sobre os números absolutos relacionados a esses percentuais, mas até o momento não houve retorno. Assim que tivermos uma resposta, a matéria será atualizada.

Nésio fez um apelo para que a população procure se vacinar ou completar o ciclo vacinal, não esquecendo da segunda e da terceira doses. De acordo com o secretário, 450 mil capixabas estão com o esquema vacinal atrasado. 

Eles também são fator preocupante, avalia Fernandes. "Porque entre os vacinados, aqueles que estão com o esquema atrasado também representam percentual importante das internações hospitalares", destacou.

"Vacine-se o quanto antes porque as vacinas são seguras, eficazes. Elas irão reduzir os riscos de internações e óbitos em todos aqueles que se vacinarem com esquema completo", reforçou. 

"Se considerarmos o percentual da população com menos de 60 anos, temos 75% da população com mais de 18 anos ocupando os leitos de internação em enfermaria e UTI", disse o secretário.

Segundo dados do Painel Covid-19, atualizados na quarta-feira (12), o Espírito Santo tem 74,16% dos leitos de enfermaria e UTI ocupados por pacientes. Isso representa 462 dos 623 leitos disponíveis.

Confira a fonte original do Folha Vitoria, clicando aqui.

 

 

 

Comentários


 

 

Mais

Canal de Prêmios


O maior canal de prêmios do Sul do Estado, ligue e participe.
  28 3542-1017

 

Redes Sociais


   

 

© Rádio Cultura de Castelo FM. Todos direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web