A Primeiraça!

Ouça Ao Vivo

×

Ouça Ao Vivo


   

Home Notícias

Suspeitos de tráfico de maconha e haxixe são presos


Após prisão de suspeito de realizar a venda final, investigações chegaram aos fornecedores das drogas.

15.10.2021

 

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Narcóticos (Denarc) de Guarapari, prendeu dois indivíduos suspeitos de fornecerem entorpecentes comercializados no município. As duas prisões ocorreram, na última quinta-feira (07), em cumprimento de mandados de prisão, fruto de investigações da Denarc, e só agora a ação foi divulgada. 

Os levantamentos começaram depois que um homem de 22 anos foi preso em flagrante por policiais da Denarc, no bairro Santa Mônica, no dia 31 de agosto. A Denarc tinha informações de que o suspeito utilizava as redes sociais para oferecer entorpecentes e fazia as entregas no endereço definido pelo comprador, como uma espécie de delivery de drogas.

O suspeito foi preso saindo de casa, e no carro dele foram apreendidos dois smartphones, um revólver calibre 38, um simulacro, uma 'bola' de haxixe, além de buchas de maconha e máquina para cartões.

"A partir dessa prisão, demos continuidade às investigações para descobrir quem era o fornecedor dos entorpecentes. Com as diligências, constatamos que havia duas origens distintas: a maconha vinha de um fornecedor, o haxixe, de outro", explicou o titular da Denarc de Guarapari, delegado Guilherme Eugênio Rodrigues.

A investigação resultou em mandados de prisão temporária, que foram cumpridos pela equipe da Denarc. O suspeito de fornecer maconha tem 24 anos, e foi preso em casa, na Praia dos Adventistas, em Guarapari. No momento em que os policiais chegaram, ele tentou dispensar entorpecentes, jogando pela janela.

Com apoio da equipe K9 do 10º Batalhão da Polícia Militar, as drogas foram recuperadas. Os policiais também apreenderam material de embalo de entorpecentes e um veículo blindado, usado pelo suspeito. Já o suspeito de fornecer haxixe tem 20 anos e foi preso no mesmo dia.

Os detidos foram encaminhados para o sistema prisional. A investigação segue em andamento na Denarc de Guarapari, com o objetivo de identificar outros envolvidos.

Confira a fonte original do Jornal Fato, clicando aqui.

 

 

 

Comentários


 

 

Mais

Canal de Prêmios


O maior canal de prêmios do Sul do Estado, ligue e participe.
  28 3542-1017

 

Redes Sociais


   

 

© Rádio Cultura de Castelo FM. Todos direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web