A Primeiraça!

Ouça Ao Vivo

×

Ouça Ao Vivo


   

Home Notícias

Blitz informativa mobiliza cachoeirenses para combate ao mosquito da dengue


21.02.2020

Nesta sexta-feira (21), a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) de Cachoeiro de Itapemirim realizará, em seis pontos da cidade, uma atividade para estimular o combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor de dengue e chikungunya, doenças cujas notificações aumentaram significativamente no início deste ano.

Das 8h às 11h, a blitz informativa percorrerá os seguintes locais: trevo do IBC; semáforo da rua Aristides Campos, no Nova Brasília; semáforo da rua Bernardo Horta (em frente às Casas Bahia); faixa de pedestre da avenida José Rosa Machado, no Bairro Alto Novo Parque (próximo ao supermercado Frigolima); e centro, na Praça Jerônimo Monteiro e na rua Capitão Deslandes.

A ação, que contará com a participação de servidores das secretarias de Desenvolvimento Urbano (Semdurb) e de Segurança (Semseg), visa mobilizar a população para adoção de medidas preventivas que são fundamentais para o controle da proliferação do inseto.

Devido às chuvas, decorrentes das altas temperaturas do verão, há um risco maior de acúmulo de água. Por isso, a intenção da blitz é, também, alertar sobre o crescente número de casos das doenças e reforçar o papel dos munícipes na prevenção.

As equipes distribuirão materiais educativos, com informações e diretrizes de combate ao mosquito e orientações de limpeza para evitar a formação de criadouros do inseto.

“A luta contra o Aedes aegypti é, realmente, de todos. Este mosquito tem trazido males e transtornos terríveis para a sociedade, e é por isso que ações de conscientização acontecem, porque acreditamos que a prevenção é sempre o primeiro e melhor passo a ser dado. Esperamos, de fato, que os nossos munícipes entendam o quanto a ajuda deles é importante para vencermos esse mal”, alerta a secretária municipal de Saúde, Luciara Botelho.

Incidência do Aedes aegypti é maior nas residências

Segundo levantamento da Vigilância Sanitária de Cachoeiro, mais de 70% dos focos de proliferação do Aedes aegypti estão em áreas residenciais. Em 43% dos casos, os criadouros foram achados nos quintais das casas, em recipientes que acumulam água. Em depósitos fixos, como ralos e calhas, foram encontrados 24%, e nas caixas d’água, 9%.

Confira a fonte original do Aqui Notícias, clicando aqui.

 

 

 

Comentários


 

 

Mais

Canal de Prêmios


O maior canal de prêmios do Sul do Estado, ligue e participe.
  28 3542-1017
28 99907-1017

 

Redes Sociais


   

 

© Rádio Cultura de Castelo FM. Todos direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web